a presença da ausência

4 mai - 26 jun_ 2021

a presença da ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.

E lastimava, ignorante, a falta.

Hoje não a lastimo.

Não há falta na ausência.

A ausência é um estar em mim.

E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,

que rio e danço e invento exclamações alegres,

porque a ausência, essa ausência assimilada,

ninguém a rouba mais de mim.

Ausência, Carlos Drummond de Andrade

A Galeria Raquel Arnaud inaugura a exposição  A Presença da Ausência, que reúne um conjunto de 20 obras de artistas representados e de seu acervo.

A proposta da exposição é convidar o espectador a olhar as obras para além de suas possíveis representações. 

A obra de arte contém por si só sua história, contada até certo ponto,  de quem a criou, como e por quê. Carrega evidências, vestígios reconhecidos e dá  lugar à imaginação e  evocações.  Esse (re)conhecimento se finda em contemplação e prazer, conectando o espectador à uma presença que transcende mente e intelecto até mesmo algo que se apresente concreto ou definido, citando Drummond,  um estar em si.

Assim, é possível  dizer que a obra possui a presença de uma ausência que permanece suspensa no tênue limiar. As obras da exposição anuviam as certezas e (pré)conceitos, permitindo a quem olha descobrir outras realidades veladas.

Obras de Anne Blanchet, Carla Chaim, Célia Euvaldo, Daniel Feingold, Ding Musa, Elisa Bracher, Geórgia Kyriakaks, Iñaki Domingues, Iole de Freitas, Ricarhd Serra, Sergio Camargo, Sérvulo Esmeraldo, Shirley Paes Leme, Tuneu, Waltercio Caldas e Wolfram Ullrich em diferentes suportes, possibilitando a percepção subjetiva para além dos limites distintos e indistintos da representação e realidade formal.

 

Exposição: A Presenca da Ausência

De 19 de abril de 2021 a 5 de junho

Telefone 11. 3083-6322, e-mail info@raquelarnaud.com )

Galeria Raquel Arnaud

Rua Fidalga, 125 – Vila Madalena – Fone: 11. 3083-6322

 

 

imagens da exposição