EXPOSIÇÃO


Pensei que fosse só eu

02/02/2013 a 16/03/2013



Release

Pensei que fosse só eu

Um dos principais fotógrafos brasileiros, cobiçado no campo da reprodução de obras de arte, Romulo Fialdini (Belo Horizonte, 1947), nesta sua primeira individual na Galeria Raquel Arnaud, revela a sua poética singular ao apresentar 24 fotografias autorais. Pensei que fosse só eu, reúne imagens selecionadas pela curadora Galciani Neves, que fazem parte de um livro de mesmo nome, que será lançado pela editora Super Bacana, na abertura da exposição, com cerca de 100 fotografias, em preto e branco, concebidas ao longo da extensa carreira do fotógrafo.

Para a exposição, a curadora destaca as imagens que evidenciam a singularidade das composições do fotógrafo a partir de seu olhar sobre a arquitetura e os espaços urbanos. “Romulo busca as fendas da cidade, recantos pouco explorados pelo olhar apressado, e mesmo os retratos flagrados de anônimos que fazem parte da mostra estão inseridos nas tramas do espaço urbano”, afirma Neves.

Para o livro a curadora pesquisou o arquivo autoral de Romulo que contém mais de 8 mil fotos. Segundo ela, as obras selecionadas são recortes de tempo distanciadas do fluxo da vida, como uma pausa ao ritmo do consumo das imagens rápidas atadas aos apelos artificiais. “Para isso: deambulações cortando a trama urbana, os acasos do cotidiano, ou, por vezes, o caminhar atento a espreitar os contornos inóspitos das coisas já tanto vistas, os vazios inomináveis, as arquiteturas inimagináveis, as faces pitorescas”, escreve a curadora.

Rômulo Fialdini foi fotógrafo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand de 1971 a 1974, onde produziu imagens para catálogos, livros de Pietro Maria Bardi e para o arquivo de documentos de Lina Bo Bardi. Essa experiência repercutiu em sua carreira e até hoje destaca-se como fotógrafo especialista na reprodução de obras de arte. Desde 1975 trabalha como fotógrafo independente, atuando também no campo editorial e de publicidade. Em paralelo, dedica-se à fotografia urbana e de arquitetura, realizando ensaios em preto e banco sobre cidades como Nova Iorque, Chicago e Montevidéu.